26 de jul de 2010

AQUI SE COME BEM


O chef Victor cozinha como hobby mas é um mestre. Poderemos contar com suas receitas simples e deliciosas, conforme ele nos prometeu, quinzenalmente. Mas quem sabe surgindo pedidos e dicas do que gostaríamos de preparar em nossas cozinhas, ele não acaba sendo tentado a compatilhar de suas receitas inventivas toda semana!

Arroz de tomates

Numa época fria e onde o risoto chegou para dominar o mercado gastronômico brasileiro, lembrei de um arroz facílimo de fazer e que é uma delicia.
A receita é lusa e portanto, sem maiores frescuras. Vamos lá, então:

Ponha umas 150 gramas de um bom bacon cortado em cubos de uns 2cm por 2cm (já que eles vão minguar) para fritar numa grande frigideira, com um pingo de azeite (português? Você decide).
Na mesma frigideira e sem limpá-la, ponha outro tanto de boa lingüiça em rodelas (pode ser uma calabresa).
Reserve isto num papel absorvente.
Ainda na mesma frigideira, refogue duas cebolas mal picadas, cinco dentes de alho melhor picados e uma colher de sopa de orégano.
Quando a cebola estiver ficando lourinha, acrescente um quilo de tomates cortados à lusa (limpos, sem casca nem sementes) e deixe refogar muito bem. Pode dar-lhes umas palmadinhas, para esparramarem-se e formarem um molho.
Transfira o todo para uma panela que dê, junte duas xícaras de chá de arroz, deixando que ele pegue uma corzinha. Então, acrescente cinco xícaras de chá de água e ponha algum sal.
Quando o arroz estiver quase cozido, ponha uma colher de chá de açúcar.
Dê uma corrigida, apimente um pouquinho e sirva com as rodelas de lingüiça e o bacon por sobre o prato.
Deve dar para uns quatro gulosos ou para seis pessoas. Espero que gostem.

Victor Rodrigues

4 comentários:

  1. que deicia..............wow.

    ResponderExcluir
  2. ROSARIO NASCIMENTO E SILVA27 de julho de 2010 09:20

    Me parece facílimo fazer e super delicioso! Amei!ROSARIO

    ResponderExcluir
  3. luiz carlos nogueira2 de agosto de 2010 07:24

    Fiz este sábado.
    Foi um sucesso absoluto, éramos quatro e tomamos um belo português de acompanhamento.
    Fácil mesmo, nos esbaldamos e ainda sobrou pra raspar o tacho a noitinha.

    ResponderExcluir
  4. Experimentei e olha que eu não cozinho nada. Foi super fácil e ficou maravilhoso.Vanessa.

    ResponderExcluir