4 de mar de 2010

NÓS DOIS

Ocorreu de repente, mas com a força de uma barragem que se rompe e inunda tudo a seu redor. Só posso dizer que não deu para segurar.
Alguém segura a força de uma cachoeira? Sei que teve a força e a beleza de um desses fenômenos da natureza.
Foi assim, quanto te vi pela primeira vez o tempo parou e não havia o antes nem o depois, só nós dois e o mundo girando muito, girando rápido, girando mais.
Aquele encontro selaria nosso destino de uma forma que só séculos depois iríamos poder avaliar.

Um comentário: