18 de mai de 2010

POR UMA VIDA NOVA

Ir para uma cidade estrangeira
De preferência onde não se conheça a língua.
Me perder entre desconhecidos que
Amigos se tornarão.
Sentir a angústia do não existir
Existindo, como é bom!
Farei tudo minuciosamente.
Afinal , isto foi por mim.
Sonhando tantas vezes
Ser mais um na multidão
E adquirir uma nova persona
É fantástico, mas o melhor de tudo
É o abandono do eu antigo
Com os amigos, casa e a antiga profissão.
Poder começar do zero
Ser algo que se cria do novo
Do sonho, da alegria, sem olhar pra trás.
Inventar casa nova, nova profissão
Novos amores, por que não?
Se recriar.
Fazer festa no céu dos novos amores
Também, por que não?
Sou uma nova mulher
Que não sabia "que pode tudo" "C L"

Um comentário:

  1. Essa moça promete! A sigo desde seu livro"Abrace-me Urgentemene" e de lá prá cá ela só vem crescendo em sua escrita,só lhe falta reconhecimento,coisa que faço agora.Diana

    ResponderExcluir