17 de fev de 2010

A PRINCESA DOS BOTEQUINS

Armei toda a sorte de loucuras e confusões só pra você prestar atenção em mim.
Bebi até cair. Queimei meu filme legal. E você nada. E você nem aí.
Cara, o que eu posso fazer agora, se você nem me quer?
Dói. Sabia? Dói muito. Dói dentro. E é ruim. É uma dor ruim. Que eu não mereço assim.
É que você não sabe. Você é a princesa dos botequins. Só dói em mim.
Aposto que você faz de propósito, só pra me machucar.
Um dia vou conseguir de verdade me vingar.

4 comentários:

  1. o "cara" confunde as coisas.....princesa?
    homem nao chama mulher de cara.
    mulher nao chama homem de princesa.
    ideia legal, mas a forma...gostei muito nao.

    ResponderExcluir
  2. Rosario, aqui é o Caio. Estou testando o comentário. Está tudo OK

    ResponderExcluir
  3. Constanca T.Teixeira de Freitas22 de fevereiro de 2010 15:42

    Muito bom..Rosário!
    bjus

    ResponderExcluir
  4. Um dia ela foi princesa dos botequins, até foi... hoje? Princesa das letras, das histórias e dos contos que não são de fada, são contos de uma vida vivida.
    Muita merda pra voce amiga!
    bjs
    Fernando Scarpa

    ResponderExcluir